Bahia Urgente

Bahia Urgente

temp-thumb
temp-thumb
temp-thumb
temp-thumb

Itapetinga: Mãe mata o próprio filho de 1 mês com facada no coração

Jovem de 19 anos morre em acidente ocorrido na BA-148 na madrugada deste sábado (14)

Após mais de 20 horas, Senado aprova processo de impeachment e afasta Dilma

Grupo frauda Lei Rouanet há 15 anos e MinC falhou em fiscalização, diz PF

Terça | 28.06.2016 | 20h02


(Foto: Reprodução)

 Integrantes do Ministério da Cultura podem ter facilitado o esquema de fraudes à Lei Rouanet, segundo a Polícia Federal. A operação Boca Livre, que investiga o desvio de R$ 180 milhões de recursos federais em projetos culturais, foi deflagrada na manhã desta terça (28). "Houve no mínimo uma falha de fiscalização por parte do MinC", disse Rodrigo de Campos Costa, delegado regional de combate ao crime crime organizado, durante coletiva realizada na manhã de terça na Superintendência da Lapa da Polícia Federal, na zona oeste de São Paulo.Policiais federais e servidores da Controladoria Geral da União cumprem 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Eles foram expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal em São Paulo. Entre os alvos de busca está o Grupo Bellini Cultural, que atua há 20 anos no mercado e aparece como o principal operador do esquema. De acordo com investigadores, Antonio Carlos Belini Amorim usou recursos públicos para fins pessoas, entre eles o de para pagar despesas do casamentode um familiar.  

Caso Jéssica: Dois meses de acontecimento do crime e acusado continua foragido

Terça | 28.06.2016 | 19h01


Dois meses do crime que levou a morte da jovem Jéssica Nascimento, de 21 anos. O acusado de espancar Jéssica no dia 25 de abril durante uma festa, Américo Francisco Vinhas Neto, de 24 anos, está foragido. De acordo com testemunhas eles tinham um relacionamento e durante uma discussão provocada por ciúmes ao ver uma conversa no celular de Jéssica, Américo teria começado a espancar a jovem que estava grávida. Jéssica chegou a ser socorrida e internada numa UTI do Hospital Geral de Vitória da Conquista durante duas semanas, nesse período ela perdeu o bebê, e durante recuperações e recaídas ela acabou morrendo no dia 10 de maio. O velório e enterro foi em Itapetinga onde a família dela morava. Américo Francisco chegou a ser preso em flagrante, mas pagou uma fiança no valor de 5 mil reais e foi liberado. Dias depois um mandado de prisão foi expedido, desde então ele é considerado foragido da justiça. O caso foi encaminhado para a Vara da Violência Doméstica no Ministério Público Estadual, de onde foi pedida transferência para a Vara do Juri onde deverá ser julgado como homicídio qualificado ao invés de lesão corporal, assim a pena pode tornar-se ainda maior. Enquanto isso família, amigos e a sociedade em geral que se comoveu com esse caso absurdo de brutalidade espera por justiça. No entanto não há maiores informações sobre esforços para capturar Américo Francisco Vinhas Neto, considerado de família de classe alta, ele estudava engenharia numa faculdade particular de Vitória da Conquista.  Com informações de reportagem exibida pela TV Sudoeste na edição do BATV desta segunda-feira (27).

Combate ao Aedes: Temer veta isenção fiscal para repelentes, larvicidas e inseticidas

Terça | 28.06.2016 | 18h02


(Foto: Reprodução)

Apesar da série de ações promovidas em todo o país para combate ao Aedes aegypti, o presidente interino Michel Temer vetou a isenção de impostos para produtos como repelentes, larvicidas e inseticidas. O tópico fazia parte da Medida Provisária publicada em janeiro, que prevê a entrada forçada de agentes de saúde em imóveis suspeitos de terem focos do mosquito. Sancionada, a lei foi publicada no Dário Oficial da União desta terça-feira (28), com veto também para o artigo que previa incentivo fiscal do imposto devido por pessoas físicas e jurídicas que fizessem doações a projetos de combate ao Aedes aegypti. Segundo a Agência Brasil, a entrada forçada de agentes de saúde é permitida nos casos em que os imóveis estejam em situação de abandono e em que o dono do imóvel esteja ausente ou não tenha permitido a entrada. Se necessário, os agentes poderão solicitar a ajuda à autoridade policial ou à guarda municipal. A lei institui também o Programa Nacional de Apoio ao Combate às Doenças Transmitidas pelo Aedes (Pronaedes), com o objetivo de financiar projetos de combate à proliferação do mosquito transmissor. O Ministério da Saúde terá até 30 dias, contados a partir da publicação, para regulamentar critérios e procedimentos para a aprovação de projetos deste programa. Ainda de acordo com a lei, as mães de crianças acometidas por sequelas neurológicas decorrentes de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti terão direito a licença-maternidade pelo período de 180 dias. Ao final desse período, a criança terá direito, na condição de pessoa com deficiência, a receber benefício de prestação continuada temporário pelo prazo de três anos.

Assaltante que apavorou os turistas no 'Brega Light' foi preso pela Polícia

Terça | 28.06.2016 | 17h03


Com ele se encontraram vários produtos que foram levados de residências onde turistas estavam hospedados (Foto; Divulgação Polícia Civil)

Nesta egunda-feira, 27/06, foi foi preso em ação conjunta (Polícia Civil e Polícia Militar) o jovem Irosnar Silva dos Santos, 20 anos. Ele é morador da Rua Antonio Olavo de Menezes, Bairro Tancredo Neves em Ibicuí, após denúncia de populares de que ele estaria envolvido em assaltos na cidade. Na DT de Ibicuí o indivíduo foi autuado em flagrante, pois estava de posse de uma arma de fogo (revólver) municiado, além de produtos de procedência duvidosa (possivelmente pertences das vítimas que ele roubou em suas residências. Ele confessou ao Dr. Noel Egídio de Sousa (Delegado Titular), que praticou pelo menos três roubos em residências que estavam alugadas para turistas durante os festejos juninos.

Estudantes com Fies e Prouni terão prioridade no estágio na esfera federal

Terça | 28.06.2016 | 16h04


(Foto: Reprodução)

O estudante de nível superior contemplado pelo Programa Universidade para Todos - ProUni e Programa de Financiamento Estudantil - Fies terá prioridade na concorrência por vagas de estágio na administração pública federal. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão publicou no Diário Oficial desta terça-feira (28) as orientações para os órgãos públicos sobre admissão de estagiários na esfera federal. As normas se referem a estagiários de nível superior, de ensino médio, de educação profissional, de educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional de jovens e adultos. De acordo com a portaria, os valores das bolsas-auxílio serão os seguintes: nível médio - 4h: R$ 203; nível médio - 6h: R$ 290; nível superior - 4h: R$ 364; nível superior - 6h: R$ 520. O valor do auxílio-transporte será de R$ 6. A carga horária do estágio será de 4 horas diárias e 20 semanais ou de 6 horas diárias e 30 semanais, desde que compatível com o horário escolar. Fica assegurado ao estagiário período de recesso (férias) proporcional ao semestre efetivamente estagiado, a ser usufruído preferencialmente nas férias escolares, observada a seguinte proporção: um semestre, 15 dias consecutivos; dois semestres, 30 dias; três semestres, 45 dias; e quatro semestres, 60 dias. 

TIM para de cortar a internet após o fim da franquia

Terça | 28.06.2016 | 14h56


(Foto: Reprodução)

A TIM anunciou nesta segunda­feira (27) a volta ao mercado da opção de manter a conexão à internet mesmo após o consumo completo do pacote de dados. Antes, a empresa cortava o acesso, impedindo que os clientes navegassem após o término da franquia. Segundo a operadora, quando o limite for excedido, os consumidores poderão utilizar o serviço gratuitamente com velocidade reduzida. Segundo a TIM, a medida vai beneficiar os usuários de ofertas com tarifação diária, que respondem por 85% dos clientes pré­pagos. Ao atingir 80% da sua franquia de internet o consumidor receberá um aviso. Depois, quando o cliente utilizar 100% do seu pacote, outra mensagem será enviada – oferecendo a opção de recontratar a oferta atual, comprar um novo plano ou navegar com velocidade reduzida. Se o cliente escolher seguir navegando sem um novo pacote, terá sua velocidade reduzida a 30 Kbp/s, o que ainda permite, segundo a TIM, trocar mensagens de texto e áudios utilizando WhatsApp ou outro aplicativo semelhante sem percepção negativa da qualidade. "A navegação com velocidade reduzida será uma opção gratuita até o dia 31 de agosto. Durante esse período, a empresa irá avaliar o comportamento dos usuários e poderá prorrogar o prazo da gratuidade", diz a TIM, em comunicado.

Polícia Federal prende 14 por fraude de R$ 180 milhões na Lei Rouanet

Terça | 28.06.2016 | 13h59


(Foto: Reprodução)

A Polícia Federal prendeu 14 pessoas na manhã desta terça-feira (28) em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, durante operação que apura desvios de recursos federais em projetos culturais com benefícios de isenção fiscal previstos na Lei Rouanet. Segundo as investigações, um grupo criminoso atuou por quase 20 anos no Ministério da Cultura e conseguiu aprovação de R$ 180 milhões em projetos fraudulentos. O desvio ocorria por meio de diversas fraudes, como superfaturamento, apresentação de notas fiscais relativas a serviços/produtos fictícios, projetos duplicados e contrapartidas ilícitas realizadas às incentivadoras. Os donos da produtora Bellini Cultural e o produtor cultural Fábio Ralston estão entre os presos já encaminhados para a sede da Polícia Federal de São Paulo, na Zona Oeste da capital paulista.

Livramento: Encontro orientará pré-candidatos a não cometer fraudes eleitorais

Terça | 28.06.2016 | 12h53


Uma reunião no próximo dia 14 de julho em Livramento de Nossa Senhora, no sudoeste, vai orientar os pré-candidatos da própria cidade, assim como de Dom Basílio, Jussiape e Rio de Contas, sobre as eleições deste ano. Os municípios fazem parte da 101ª Zona Eleitoral do estado. Segundo a Promotoria de Justiça de Livramento, o objetivo é orientar postulantes e gestores sobre os procedimentos das eleições para prevenir infrações eleitorais, assim como problemas futuros que podem até derrubar candidaturas eleitas. O encontro ocorrerá na Câmara de Vereadores de Livramento de Nossa Senhora, as 15h, e terá a presença do promotor Milen Castro Medeiros de Moura, coordenador da Comarca de Livramento.

Bandeira tarifária continua na cor verde em julho, diz Aneel

Terça | 28.06.2016 | 11h57


(Foto: Reprodução)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que a bandeira tarifária permanecerá na cor verde em julho. Isso significa que não haverá cobrança extra nas contas de luz pelo uso de termelétricas. Desde abril a bandeira tarifária está na cor verde. O mês de julho será o quarto consecutivo sem a cobrança extra na conta de luz. A manutenção da bandeira verde se deve, segundo a Aneel, ao resultado positivo do período úmido (de chuvas), que recompôs os reservatórios das hidrelétricas; ao aumento de energia disponível com redução de demanda (queda no consumo); e à adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro. O sistema de bandeiras tarifárias começou a valer em janeiro de 2015. O mecanismo foi criado para permitir a arrecadação imediata de recursos para cobrir gastos extras com o aumento do uso de eletricidade produzida pelas termelétricas. A energia de termelétricas custa mais caro que a das hidrelétricas porque é produzida pela queima de combustíveis, como óleo e gás natural. Entre o final de 2012 e o início de 2016, foi preciso aumentar o uso das termelétricas no Brasil por conta da falta de chuvas, que deixou os reservatórios das hidrelétricas nos níveis mais baixos em anos.

Ibicoara: Mãe de menino picado por cobra reclama de atendimento médico

Terça | 28.06.2016 | 10h59


Erilene e filho em hospital de Salvador (Foto: Imagem/TV Bahia)

A mãe de João Guilherme Matos, o garoto de 10 anos que foi picado por uma cobra durante uma trilha no município baiano de Ibicoara na região da Chapada Diamantina, na Bahia, reclama de uma suposta negligência médica no atendimento feito à criança, no posto de saúde da cidade. Apesar da situação, João Guilherme já está melhor, saiu da UTI, e até brincou com o próprio estado de saúde. "Firme e forte. De boa na lagoa", disse o menino. Ele voltou a enxergar e a ter o movimento das pernas. Ainda não há uma data definida para alta do garoto, e a família cearense planeja voltar para a Bahia a passeio. Erile Matos, mãe da criança, contou que mesmo com os sintomas da picada da cobra, o médico não aplicou o soro antiofídico. "Em Ibicoara ele foi medicado, mas apresentou os primeiros sintomas. Ele reclamava que não estava me enxergando, depois começaram as dores no corpo e a falta de ar. Então eu questionei com o médico porque ele não daria o soro [antiofídico]. Ele deu um antialérgico e justificou que Guilherme [o filho] não apresentava sintomas referentes à picada de cobra, ao veneno", disse a mãe Erilene Matos.

Nova delação cita propina de R$ 30 milhões a Renan, Jucá e Eduardo Braga

Terça | 28.06.2016 | 09h59


(Foto: Reprodução)

Uma nova delação premiada, firmada com a Procuradoria-Geral da República, aponta o suposto repasse de propinas milionárias para senadores do PMDB, entre eles o presidente do Congresso, Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Eduardo Braga (AM). Nelson Mello, ex-diretor de Relações Institucionais do Grupo Hypermarcas, afirmou em depoimento aos procuradores que pagou R$ 30 milhões a dois lobistas com trânsito no Congresso para efetuar os repasses. Lúcio Bolonha Funaro e Milton Lyra seriam os responsáveis por distribuir o dinheiro para os senadores. Mello depôs em fevereiro e, em seguida, deixou o cargo que ocupava no Hypermarcas. O advogado da empresa, José Luís Oliveira Lima, foi procurado pela reportagem, mas não se manifestou. A Procuradoria-Geral da República vai pedir ao Supremo Tribunal Federal que as afirmações envolvendo os políticos sejam investigadas. O relato não é alvo de inquérito na Operação Lava Jato. O Estado apurou que as informações repassadas por Mello referem-se à atuação de parlamentares na defesa de interesses da empresa no Congresso. Os lobistas, segundo Mello, diziam agir em nome de políticos e que estes poderiam tomar iniciativas de interesse da empresa e do setor no Congresso. 

Instituto Ipsos: Temer é rejeitado por 70% dos brasileiros

Terça | 28.06.2016 | 08h55


(Foto: Reprodução)

O presidente interino Michel Temer sofre rejeição de 70% dos brasileiros, de acordo com pesquisa realizada pelo instituto Ipsos, divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo nesta segunda-feira (27). A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Em fevereiro, 61% dos entrevistados rejeitava o peemedebista; em maio, 67%. O índice mais recente é próximo ao da presidente afastada Dilma Rousseff, que é desaprovada por 75% dos entrevistados, uma queda de 15 pontos percentuais em relação ao pico, em setembro do ano passado, quando 90% a avaliava negativamente. Desde que assumiu a presidência, Temer se tornou mais conhecido: 33% o desconheciam em fevereiro, percentual que caiu para 22 pontos percentuais em junho. Assim como a rejeição, a aprovação cresceu, de 6% para 19%. Desde o afastamento de Dilma, aumentou o número de brasileiros que disse não saber opinar sobre o governo, passando de 2% para 22%. A classificação “regular” também subiu: de 21% foi para 29%. A taxa de ótimo/bom caiu de 9% para 6%; a de ruim/péssimo reduziu de 69% para 43%. Vários tópicos referentes à gestão interina foram alvo de avaliação: o governo Temer foi mal avaliado em relação ao combate ao desemprego (44%), ao Minha Casa, Minha Vida (43%), ao Bolsa Família (43%), à crise política (42%), ao combate à inflação (40%) e ao combate à corrupção (40%). O levantamento também apontou que os tradicionais presidenciáveis tradicionais têm rejeição superior a 50%, como Lula (68%), Aécio Neves (63%), Marina Silva (56%), Geraldo Alckmin (55%) e José Serra (55%). Dois nomes são bem avaliados: Sérgio Moro (55%) e Joaquim Barbosa (42%).

Após surto de zika, busca por pílulas abortivas dobra no Brasil

Terça | 28.06.2016 | 08h04


(Foto: Reprodução)

O grande número de bebês nascidos com microcefalia e outras doenças congênitas levou a um aumento da procura por pílulas abortivas disponibilizadas na internet por uma agência de assistência internacional sem fins lucrativos. Os dados são do primeiro estudo a medir a reação de mulheres grávidas aos alertas do Zika em países com aborto limitado ou proibido. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recentemente sugeriu que casais que vivem em áreas de transmissão considerem adiar gestações. "Quando você emite esse tipo de conselho, mas não os relaciona com caminhos para cuidados seguros e legais, cria uma situação realmente difícil para as mulheres", afirmou Abigail Aiken, co-autora do estudo e especialista em saúde reprodutiva da Universidade do Texas, EUA. Segundo o jornal O Globo, os pesquisadores analisaram solicitações de aborto do grupo Women on Web, organização que proporciona acesso aos medicamentos abortivos mifepristona e misoprostol, além de consultas online para mulheres de países onde o aborto legal é limitado. Foram comparados os pedidos de aborto realizados após 17 de novembro de 2015, quando a região recebeu o alerta, com pedidos já esperados. Em sete de oito países onde o Zika circula houve um aumento significativo. Entre novembro de 2015 e março de 2016, os pedidos dobraram no Brasil. Aumentaram também em El Salvador (35,6%), Costa Rica (36,1%), Colômbia (38,7%), Honduras (75,7%), Venezuela (93,3%) e Equador (107,7%).

Microsoft é processada por forçar instalação do Windows 10

Terça | 28.06.2016 | 07h03


(Foto: Reprodução)

A Microsoft foi condenada a pagar uma indenização de US$ 10 mil a uma mulher norte-americana, depois que seu computador executou uma atualização mal sucedida do Windows 10 automaticamente, sem sua permissão. O PC de Teri Goldstein rodava o Windows 7 e, após a instalação, ficou instável e muitas vezes inutilizável. As informações são do jornal britânico The Guardian. Teri Goldstein utilizava a máquina em sua agência de viagens e, por isso, ficou impossibilitada de fechar novos negócios. Depois de tentar resolver o problema com o apoio da Microsoft, Goldstein processou a empresa, pedindo um novo computador e reembolso sobre sua perda de rendimentos, ganhando então US$ 10 mil. O caso da norte-americana é apenas um de uma longa linha de queixas contra Microsoft, que está obrigando seus usuários a atualizarem seus computadores para o Windows 10. O sistema operacional ainda está sendo oferecido como um upgrade gratuito do Windows 7 ou superior até 29 de julho. Em março, diversos usuários começaram a reclamar que a instalação do Windows 10 estava iniciando automaticamente, sem a sua permissão. A estratégia irritou muitos clientes, mas também impulsionou os números do sistema operacional, que já é executado em 17,43% dos computadores em todo o mundo.

Mais de 40% da população sofre com o medo de andar em aviões, diz Ibope

Segunda | 27.06.2016 | 20h00


(Foto: Reprodução)

O aviso de que é “hora de atar cintos, colocar a poltrona na posição vertical e se preparar para decolagem” para alguns pode ser motivo de grande sofrimento, funcionando como gatilho para o aparecimento de ansiedade intensa, dificuldade de respirar, podendo até chegar a um ataque de pânico.  Segundo o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE), de cada dez brasileiros, pelo menos, quatro têm medo de viajar de avião.  Essas pessoas podem ter um transtorno de ansiedade chamado Fobia de Avião ou Aviofobia, caracterizada por medo intenso, irracional e persistente de viajar em aviões, definida como um tipo de fobia específica, do tipo situacional. Embora as fobias específicas do tipo situacional sejam mais comuns no final da adolescência, o psiquiatra e diretor médico do Espaço Nelson Pires, Lúcio Botelho, afirma que crianças também podem experimentar medo intenso de viajar de avião traduzido por choro, raiva, imobilidade ou comportamento de agarra-se. “Os casos de fobias iniciadas na adolescência têm maior risco de perdurar até a idade adulta e, raramente, apresentam desaparecimento espontâneo”, acrescenta. Esses tipos de fobias são predominantes no sexo feminino, na proporção de duas mulheres para cada homem, segundo o psiquiatra. A postura mais comum da maioria é de esquiva, deixando de viajar ou, quando possível, fazendo os trajetos de carro ou ônibus. “Podemos dar exemplo do executivo bem-sucedido que trabalha próximo a sua casa e que, por motivo de uma promoção, necessita se deslocar por grades distâncias. O medo de voar pode comprometer seu bem-estar físico, psíquico e comprometer sua ascensão profissional”, explica. A ausência de diagnóstico e tratamento adequados para superação do medo pode levar ao que o especialista chama de “complicações psiquiátricas adicionais, incluindo outros transtornos ansiosos, depressão, abuso de drogas e álcool”. A psicoterapia, associada com técnicas de dessensibilização e de exposição gradativa às situações e objetos temidos, fazem parte do tratamento desses casos. Em algumas situações o uso de medicamentos também é indicado.